Banners

1 2 3 4 5

Livros: Decorar e Organizar



Oi meus amores, tudo bem com vocês?
Estou de férias da faculdade – aaaaaeeee- !!!!
Primeiro: Viu minha entrevista do blog Meu Doce Lar da queridíssima Karin Filgueira? Se tu ainda não viu, corre aqui.

Ainda não tenho muitos livros, mas meu sonho ainda é ter uma biblioteca particular na minha casa. Tem tudo a ver comigo e meu namorido. =)
Então, hoje vim trazer pra vocês algumas inspirações de como guardar os livros de forma diferente, utilizando-os como decoração também – Ideal para quem ainda tem poucos livros.

Molduras:
Uma forma super diferente, que até nem vi ainda muito por aí. Mas fica super fofo e dá pra usar tanto pra livros, como pra objetos também. O Melhor: Tu pode fazer em casa, sem gastar muito!


Fonte
Prateleiras:
Uma ideia comum na hora de organizar os livros, mas tu podes usar alguns modelos de prateleiras diferentes e inventar moda na hora de organizar os teus livros.
Fonte

Fonte
Estantes:
Mais uma ideia super comum, mas que tu pode personalizar e deixar com a tua cara!
Fica bem bacana personalizar as estantes e colocar um papel de parede no fundinho delas, e isso tu também pode fazer em casa!
Fonte

Fonte

Fonte
Quer mais inspirações?




Espero que tenham gostado. Um beijo!

Curta o blog no Facebook =)

O Aquecedor ideal para a sua casa



No inverno, faz bastante frio aqui no Rio Grande do Sul e temos que nos prevenir do frio de todas as formas possíveis. Além do chimarrão, da sopa de agnoline e do chocolate quente, um aquecedor ajuda bastante!
São várias opções de aquecedores, e ao longo do post vocês vão conhecendo um pouco mais sobre eles, mas antes preciso mostrar o bom e velho fogão a lenha, ele que é tão tradicional nas casas dos gaúchos.
Como o nome já diz, o fogo é feito a lenha. Além de manter a casa aquecida, tu ainda podes cozinhar nele. Gente, vocês precisam provar uma comida caseira feita em um fogão a lenha. Fica uma delícia!


Bom, vamos aos aquecedores então.

Antes de tu escolheres um aquecedor, tu precisas levar em consideração o ambiente em que vai deixar o equipamento e claro, quais as vantagens que o aparelho oferece.
Os principais aparelhos portáteis são o aquecedor a óleo, cerâmico, a gás, termoventiladores e de resistência - incandescente, a quartzo, cerâmica, entre outras. Esse último tipo é genericamente chamado de aquecedor elétrico, embora todos os outros modelos (com exceção do a gás) também utilizem energia elétrica em alguma etapa do processo.

Tipos de aquecedor:

Elétrico (com resistência)
Incandescentes:
Os modelos com resistência incandescente são os mais baratos do mercado, e variam de preço de acordo com o tamanho e a potência. Sua resistência fica aparente e o calor entra em contato direto com o ar, por isso o aquecimento do ambiente é rápido. Por outro lado, tendem a concentrar o calor nas proximidades, sendo menos eficientes para espaços mais amplos.
Modelos com resistência incandescente aquecem mais rápido

Termoventiladores:
Os do tipo termoventiladores têm uma hélice para acelerar a renovação do ar ao redor do aparelho, ampliando o alcance e esquentando mais rápido. Algumas opções também têm mais de uma potência no mesmo equipamento, adaptando-se a situações mais ou menos frias. O que pode incomodar, é que eles possuem ruído semelhante ao de um ventilador
São indicados para espaços médios e pequenos, os aquecedores elétricos consomem mais energia do que outros modelos. São leves e fáceis de transportar, e algumas opções podem ser presas à parede.
Termoventiladores têm hélice que ajuda na renovação do ar 

A óleo:
Nesses equipamentos, o óleo é aquecido e troca calor com o ar do entorno dele. São silenciosos, porém demoram mais para começar a fazer aquecer, já que é preciso primeiro o óleo estar quente. É possível encontrar modelos com termostato, mecanismo que mede a temperatura do ambiente e a mantém estável, regular. Aparelhos de chão, em geral são indicados para espaços pequenos e médios, como banheiros e quartos.
Aquecedores a óleo são 15% mais econômicos que os elétricos

Ar-condicionado com ciclo reverso (quente/frio):
Mais comuns no verão, são modelos que resfriam e também aquecem o ambiente, quando na opção ciclo reverso - também chamados de ar-condicionado quente/frio. São indicados para espaços maiores. A dele vantagem é ter um único aparelho com duas funções.



A água (Sistema de Calefação):
Também indicado para espaços grandes, essa opção implica instalação de um sistema de calefação, que vai usar gás, óleo ou lenha para aquecer a água para então esquentar o ambiente. No caso das alternativas a gás - que são ligadas ao botijão da cozinha ou à rede do condomínio – é aconselhável usar apenas em espaços com ventilação e boa circulação de ar. E tem a desvantagem de ser muito caro.
Sistemas de calefação geralmente vêm prontos com a entrega do prédio ou, caso você queira instalar na sua casa ou condomínio, prepare-se para a quebradeira na hora de passar a tubulação!

Cerâmicos:
Esses modelos esquentam rápido, já que a cerâmica absorve o calor gerado em vez de se dissipar diretamente no ar. Mas são mais barulhentos que os modelos a óleo, com ruído que se assemelha ao do ar-condicionado, porém mais econômicos que os aparelhos elétricos. Podem ser fixados no teto ou na parede, e alguns vêm com controle remoto e opções de programação de temperatura e timer, por exemplo.
Aquecedores cerâmicos são indicados para cozinha e banheiros

Espero que tenham gostado das dicas! =)
Um super beijo =*



© Morar a Dois - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Cristina Figueredo.
Tecnologia do Blogger.
http://i61.tinypic.com/4htcw7.png